O “Mundo pós-americano” é um livro muito útil para quem quer entender um pouco a geopolítica internacional e suas mudanças em curso. 

O autor, Fareed Zakaria, nasceu na Índia, estudou em Harvard e hoje mora e tem família em New York, dirige a Newsweek Internacional e atua como âncora de um programa de política internacional na rede de televisão CNN, que infelizmente no Brasil é exibido aos domingos, em horários pouco atraentes. Trata-se de um dos intelectuais mais influentes da atualidade em matéria de relações internacionais.

Nessa obra, Fareed Zakaria discute o enfraquecimento da hegemonia norte-americana e a “ascensão do resto” (the rise of the rest), com destaque para a China, Índia, Brasil, África do Sul, Turquia e Indonésia.

Com uma dimensão histórica que impressiona o leitor pela profundidade e fluência, o livro mostra que a entrada desses novos atores em campo está dando início a uma nova partida, onde o jogo será mais emocionante. Trata-se de um sistema internacional onde há menos platéia e mais jogadores, fato que se traduz no nascimento de uma nova ordem global. Aspectos religiosos, étnicos, populacionais, tecnológicos, educacionais, políticos e econômicos são examinados sistemicamente, num estilo fluente, sem pompa ou malabarismos. 

Publicado em 2008, um pouco antes da explicitação do colapso do sistema financeiro norte-americano, o livro não perdeu sua atualidade. O estudo de Fareed Zakaria revela que caminhamos para um mundo menos norte-americano, ou melhor, um mundo pós-americano, com novas colorações, que será mais democrático, e também mais nervoso, em razão da emergência de novos países no cenário internacional. Uma ordem internacional bem diferente daquela aprendida em alguns livros escolares ou acadêmicos, onde só aparecia o Ocidente.

Já editado em português pela Companhia das Letras, o livro é recomendado para todos que se interessam pela Governança Global, um dos núcleos temáticos do Instituto San Tiago Dantas de Direito e Economia.

Maio de 2009. Adacir Reis